Finalmente a extensão Del.icio.us Bookmarks para Firefox 3

A extensão oficial Del.icio.us Bookmarks, do Yahoo! finalmente foi atualizada para compatibilidade com o Gran Paradiso, série 3 do navegador Firefox.

Eu sou um dos que estava só aguardando ele para abandonar de vez do Firefox 2.

Para quem nunca usou, esta extensão gerencia seus links e tags de uma maneira rápida e simples, além de facilitar em muito o cadastro de novos links.

Você pode baixar esta extensão em:

https://addons.mozilla.org/pt-BR/firefox/addon/3615

Vejam algumas capturas de tela:

[flickr-photo:id=2572701905,size=m]

[flickr-photo:id=2572701131,size=m]

Notificação de mensagem no Pidgin

Desde que atualizei meu ubuntu de Feisty (7.04) para Hardy (8.04), notei que muitas vezes meus contatos do pidgin ficavam irritados com minha demora para responder.

Aí me toquei que não estava sendo notificado quando eles mandavam mensagens. Apenas quando a conversa era iniciada, e isso acabou dando dor de cabeça.

Para quem está com o mesmo problema, vou contar como resolvi. É uma simples configuração e não exige muito esforço.

Basta abrir a janela principal do Pidgin, que apresenta a lista de contatos, clicar no menu Ferramentas -> Plugins e procurar o plugin "Notificação de Mensagens", marcar o checkbox para ativá-lo e clicar no botão abaixo, "Configurar Plugin". Aí é só escolher como quer ser notificado. Eu, por exemplo gosto de som, janela com prioridade "URGENT" (fica piscando na barra de tarefas) e asterisco no título da janela. Mas o plugin oferece um bom controle sobre estas opções.

Segue uma captura de tela que mostra a tela de seleção de plugins e a de configuração do "Notificação de mensagens"

Pidgin - Plugin Notificação de Mensagens

Troll 2D - Projeto de um amigo

Vinicius Jarina, meu amigo dos tempos da faculdade de ciência da computação do mackenzie outro dia me pediu uma pequena ajuda em um projeto dele.

O Troll2D é uma biblioteca em C++ para desenvolvimento de jogos para computador em duas dimensões. É uma abstração das bibliotecas SDL e Allegro, que costumam ser um tanto chatas de utilizar. A idéia é tornar a coisa mais fácil de usar e reaproveitável.

Até agora já foi testada em Symbian, Windows Mobile, iPhone e Mac OS X. Assim que puder, dedicarei algum tempo para gerar a configuração para usar a biblioteca em Linux, e quem sabe criar um binding para python, que tem cada vez mais se tornado popular no desenvolvimento de games.

Para quem se interessar, aqui vai o link do projeto: http://code.google.com/p/troll2d/.

Essa coisa toda me fez lembrar de uma idéia antiga de criar uma ferramenta para tornar possível a realização de Cafés ( Wold Cafe ) à distância.  Já pensou poder participar de um café à distância, do seu Smart Phone ou de computador, independente do sistema operacional?

Babando no Pedro

Aproveitei o feriadão para curtir o guri. Coisa mais linda! Não resisti e postei =D

Galã de Cinema

Pai Coruja

Sorriso

Pai Coruja

Pai e Mãe

Pai Coruja

O fim do Automatix

A notícia já é um pouco velha - o anúncio foi feito em 24 de Março - mas só agora vi, e fiquei surpreso.

Os mantenedores descontinuaram o Automatix por falta de tempo, pois estão assumindo outros projetos.

O anúncio oficial em inglês está no seguinte endereço: http://www.getautomatix.com/forum/index.php?showtopic=2424

Mas fora o susto, desde o Ubuntu Gutsy (7.10) o Automatix não é mais tão necessário, pois muitas das principais aplicações fornecidas por ele já se encontram nos repositórios do Ubuntu ou em repositórios auxiliares como o Medibuntu e o repositório de aplicações Google.

Daqui há alguns anos vamos lembrar: "Poxa, lembra do automatix, cara?"

Ubuntu 8.04 apresenta o Prism

Semana passada, no dia 21 de abril, a Cannonical disponibilizou em seu site oficial a nova versão 8.04 do Ubuntu, codinome Hardy Heron, com suporte prolongado (LTS).

A nova versão já traz o Firefox 3 beta 5 como navegador principal, Open Office 2.4, e oferece um novo sabor interessante - o Kubuntu com KDE4 (que ainda não está 100%, mas promete muito)

Algumas coisas ainda estão funcionando um tanto mal mesmo na versão principal com GNOME, mas isso é normal nos primeiros meses das versões novas do Ubuntu.

Uma novidade muito interessante - apesar de simples - é o Prism, que permite executar aplicativos online, como GMail, Google Docs etc em uma interface mais leve do que o browser, dando cara de aplicativo mesmo.

As aplicações Prism estão disponíveis para instalação via apt-get ou outro gerenciador de pacotes no Ubuntu 8.04.
Os pacotes disponíveis até o momento são:

  • prism-facebook
  • prism-google-analytics
  • prism-google-calendar
  • prism-google-docs
  • prism-google-groups
  • prism-google-mail
  • prism-google-reader
  • prism-google-talk
  • prism-twitter

Saiba mais sobre o Prism em: http://labs.mozilla.com/2007/10/prism/

Restringindo o acesso ao MediaWiki

Em alguns casos, no uso da ferramenta Wiki, pode ser necessário restringir o acesso ao conteúdo apenas a usuários registrados.

Uma das mais proeminentes ferramentas de wiki é o MediaWiki, usado na Wikipedia. Mas volta e meia é preciso um pouco mais que a interface web para resolver alguns problemas comuns.

Em outro artigo, compartilhei como configurar URLs amigáveis no mediawiki.

Agora, como podemos restringir o acesso apenas a usuários registrados?

1 - Edite o arquivo de configuração do MediaWiki - LocalSettings.php adicionando as seguites opções ao final do arquivo:
# Permitir o acesso a determinados conteúdos
$wgWhitelistRead = array(
  "P%C3%A1gina_principal",
  "Especial:Userlogin",
  "-",
  "MediaWiki:Monobook.css"
);

# Restringindo o resto
$wgGroupPermissions['*']['read'] = false;
$wgGroupPermissions['*']['edit'] = false;

# Restringindo o registro de novos usuários
# mude para true para permitir novos registros
$wgGroupPermissions['*']['createaccount'] = false;
2 - Caso queria permitir que os usuários atuais convidem outras pessoas, adicione também:
#Permite que usuarios conhecidos criem contas
$wgGroupPermissions['user']['createaccount'] = true;

Update (04/12/2009) : caso queira que apenas administradores possam criar usuários, use a seguinte opção no lugar da citada acima:
#Permite que usuarios conhecidos criem contas
$wgGroupPermissions['sysop']['createaccount'] = true;

Outro grupo válido para esta configuração é 'bureaucrat' , que inclui os usuários no grupo Burocratas.

Mais informações (em inglês) : http://www.mediawiki.org/wiki/Manual:$wgGroupPermissions

3 - Melhorando o texto da página de autenticação
Apesar de estar tudo funcionando bem a esta altura, uma coisa ainda pode incomodar. A mensagem da tela de acesso negado pode ser um pouco confusa e feia.

O título da página é "Erro" e a mensagem é "Autenticação Requisitada"

Para deixar isso mais bonito, acesse a página de edição das mensagens do MediaWiki, via web mesmo, no endereço Especial:Todas_as_mensagens do seu wiki. As mensagens que procuramos aqui são: loginreqlink, loginreqpagetext e loginreqtitle

Mas o problema é: o título da página (na janela do browser) continua sendo "Erro", e esta mensagem é a mesma usada em outros erros. Então, para mudar isso precisamos dar uma pequena "mexidinha" no código do mediawiki. Nada demais, apenas mudar a chamada da mensagem errorpagetitle para loginreqtitle.

Encontramos essa chamada no arquivo include/OutputPage.php, lá pela linha 978:

  $this->setPageTitle( wfMsg( 'loginreqtitle' ) );
  $this->setHTMLTitle( wfMsg( 'errorpagetitle' ) );

e mudamos para

  $this->setPageTitle( wfMsg( 'loginreqtitle' ) );
  $this->setHTMLTitle( wfMsg( 'loginreqtitle' ) );

e pronto!

FISL 9.0 - A arquitetura do Ginga

Na segunda Hora Ginga do FISL 9.0, foram faladas muitas coisas sobre a arquitetura do middleware do Sistema Brasileiro de TV Digital.

Você pode estar se perguntando "Middleware? Que é isso?", e digamos que é a parte de um receptor de TV Digital que recebe e executa aplicações interativas recebidas da emissora, e você interage com elas através do controle remoto.

Como introdução na palestra, foi dito que a Europa utiliza um ambiente Java patenteado para estas aplicações, e que EUA e Japão além de suportar o ambiente Java também implementam ambientes declarativos, com implementações patenteadas. Esses ambientes declarativos são muito semelhantes a xHTML estendido e ECMAScript.

No Ginga, a linguagem declarativa Ginga-NCL (Linguagem de Contexto Aninhado, do inglês Nested Context Language) foi criada para ser mais rápida que os padrões atuais, e é um formato livre. O Ginga-NCL pode conter xHTML e outras tags especiais para objetos como janelas de vídeo. Além disso utiliza Lua como linguagem de script ao invés de ECMAScript para um melhor desempenho.

Mas ainda não se entrou em um acordo com a questão Java, pois foi decidido que Java deverá ser suportado pelo padrão brasileiro. Há dois ambientes "concorrendo" para integrar o Ginga-J, ambiente Java do middleware brasileiro: A versão européia cheia de patentes e royalties encadeados, ou uma implementação aberta a ser realizada, financiada pela Sun Microsystems.

Enquanto a Ginga não chega ao alcance dos nossos controles remotos, dá para ir sabendo mais sobre a questão toda no site do Ginga ou na comunidade Ginga no Portal do Software Público.

FISL 9.0 - Case de Drupal - Partido Democratas

Apesar de ser o partido Democratas que digamos, não combina muito com minhas convicções políticas acho que este case acaba sendo importante para a difusão do Drupal no mercado de web do Brasil.

A palestra foi um pouco insossa para quem já é iniciado em Drupal, mas os caras são legais e permitiram quem conhece a parada responder algumas perguntas que eles não sabiam responder.

Isso é importante para chamar a atenção de quem cria sites para esta ferramenta, que provê uma flexibilidade inédita e ajuda muito na hora de se pensar uma lógica comunitária. Você não fica escravo da ferramenta ou do framework. Isso porque o Drupal foi pensado desde o início para permitir uma grande flexibilização.

Um novo jeito de criar web, onde a estrutura se adapta às idéias, ao invés do contrário.

Apoio:

A comunidade do Software Livre

Neste FISL tive pela primeira vez um contato olho-no-olho com uma multidão da comunidade de software livre. Venho utilizando software livre há muitos anos, e sempre foi um assunto de muito interesse para mim.

Mas há algum tempo comecei a sentir sensação de culpa por não contribuir, apenas utilizar. Até tentei iniciar alguns projetos, mas não foi muito significativo...

Ontem em uma conversa com Fabiano Sant' Anna, Dalton Martins e José San Martin, comecei a refletir sobre a minha postura quanto à comunidade.

Isso me vez reavivar grande vontade de participar ativamente das comunidades dos softwares livres que utilizo, seja no desenvolvimento, na tradução, na documentação ou nos grupos de usuários.

Por exemplo, a comunidade que desenvolve o Drupal é formada por pessoas que trabalham para diferentes empresas que implementam e customizam Drupal - o que aparentemente as tornaria concorrentes. Mas, ao contrário, essas pessoas colaboram mutuamente, e inclusive saem para tomar cerveja juntos.

Aqui no Brasil é um pouco raro encontrar este modelo funcionando, pois muitos dos brazucas trabalham na lógica da miséria, do imediatismo, da exploração.

Uma visão interessante que eu nunca tinha reparado é que o software livre é fruto da interação de comunidades, e toda a mágica rola na cooperação e interação entra as comunidades.

Cada vez mais consigo perceber a importância e o significado do trabalho colaborativo que a filosofia do software livre traz.

Apoio:
Divulgar conteúdo