Campus Party, aí vou eu!

Peço muitas desculpas aos meus leitores que estão já há algumas semanas aguardando publicações por aqui, como a coluna pseudosemanal Módulo da Semana, e outras.

Mas todo ano que se inicia exige muita preparação, e a deste ano está feita. Agora a vida pessoal, espiritual e profissional está em dia.

Vou começar o ano deste blog falando das tribos que eu encontrar no Campus Party. Entre elas estão a galera do Meio Bit - o gigante blog de tecnologia que arrebanha milhares de pessoas em sua comunidade - , o coletivo Metareciclagem, os grandes amigos da Papagallis, os comparsas na tradução do Flock, e o povo que eu ainda nem sei que vou encontrar.

Também selecionarei uma série de acontecimentos para rechear o blog da Chuva Inc.

Ainda nesta segunda precisarei dedicar o dia todo ao trabalho, mas a partir de terça estarei lá blogando, tuitando.

Retrospectiva 2008, Desejos para 2009

Muitas coisas importantes aconteceram em 2008. Coisas boas e ruins, dádivas e desafios.

Começando com o mais importante para mim, neste ano, no dia 26 de fevereiro fui pai pela primeira vez. Pedro Cosme Ferreira da Silva trouxe consigo uma grande bagagem de alegria e aprendizado.

Logo em seguida, fui trabalhar na academia Bio Ritmo, junto com os velhos amigos Luiz Algarra e Matheus Paschoal, além de fazer boas amizades novas por lá. Também desenvolvi o site deles.

Também foi nesse ano que conheci e comecei a trabalhar com Drupal, ao fazer o site da Bio Ritmo, e conheci o pessoal super gente boa da Chuva Inc., onde trabalho atualmente. Graças ao formato de trabalho remoto, pude passar muito tempo com a Karina e o Pedro e isso é bom demais.

Fui pela primeira vez no FISL, que também foi a ocasião do primeiro aperto de mão com o Fabiano Sant'Ana e o José San Martin, da Chuva Inc. E também pude falar pessoalmente com a Lelex, conhecer o Júlio Boaro e rever o Dalton Martins do Metarec.

Pude estar novamente junto à Papagallis no grande Global Forum América Latina, no evento Call For Action São Paulo, e lá consegui ver quanta gente existe por aí tendo ótimas idéias para melhorar o mundo.

Foi eleito o primeiro presidente negro nos Estados Unidos, e o mundo estará pelo menos 4 anos livre das maluquices dos Republicanos.
Também foi este o último ano do mandato da maior desgraça política do século, o Bush. Com direito a sapatada de despedida.

Com os infelizes acontecimentos que assolaram nossos compatriotas catarinenses, pudemos ver o que nos espera se não cuidarmos logo de aliviar o peso que a humanidade cria na natureza.
Também pudemos ver a grande solidariedade do povo brasileiro.

Para 2009, desejo que todas as boas idéias para melhorar nossa relação com a natureza e com nós mesmos ganhem mais força.

Muita felicidade e consciência para todos.

Módulo da Semana: CCK

Continuando a coluna módulo da semana, vou falar de um que é arroz-com-feijão para deixar o Drupal do jeito que você precisa.

CCK é sigla de Kit de Contrução de Conteúdo (Content Construction Kit), e é um dos módulos considerados como "Extended Core" pela comunidade drupal - junto com OG, Panels e Views. Isso significa que ele é um dos módulos mais úteis e utilizados, inclusive há planos de ser incorporado ao drupal na próxima versão, como pode ser visto nesta página em inglês.

E também é um dos grandes diferenciais do Drupal em relação a outros CMS conhecidos - ele permite adicionar campos customizados ao conteúdo do Drupal, cuja unidade básica é denominada "node".

Além disso, há uma grande variedade de módulos relacionados que implementam tipos de campo como Arquivos, Imagens, Datas, Endereços, Links e muito mais.

O funcionamento é simples, após instalar e ativar o módulo Content do pacote CCK e alguns tipos de campo, aparece na tela de configuração dos tipos de conteúdo uma opção de Gerenciar Campos. Aí entram em ação os módulos auxiliares, que permitem uma série de configurações para cada tipo de campo.

Além disso, é possível escolher a forma como será exibido o campo, e até mesmo código PHP para realizar a validação dos valores, tudo pela interface de administração do Drupal.

Juntamente com os módulos Views e Content Template (que serão abordados em breve) e alguns outros módulos auxiliares, o CCK pode tornar o seu site em drupal extremamente flexível e personalizado, permitindo criar mashups, inserção simplificada de dados, exibição de gráficos, galerias de fotos com efeitos, uploads em massa, e muito mais.
Além de trazer a facilidade de separar a forma de exibição do conteúdo propriamente dito, o que facilita reorganizar toda a informação quando necessário.

Seguem algumas imagens de configuração de um tipo de conteúdo hipotético, Pessoa.

Módulo da Semana: Admin Menu

Estreando a coluna semanal por aqui, para falar de um módulo legal por semana.

Assim consigo compartilhar a experiência que tenho ganho com Drupal :D

Para iniciar, vou falar do módulo Admin Menu.

Quando se gerencia um ou mais websites baseados em Drupal, muitas vezes pode ficar chato procurar os itens do menu de administração. Nesse quesito, o Admin Menu é uma mão na roda.

O funcionamento é bem simples, o módulo quando ativado habilita um menu dropdown no topo do website para quem tem permissão de visualizar páginas de administração.

Assim, a grande maioria das tarefas de administração do site ficam à distância de um click.

Uma imagem do menu exibido pelo módulo aqui neste blog:

Para baixar o módulo, basta acessar a página do projeto (em inglês) e baixar a versão mais recente.

Nova temporada do IT Crowd

Lembram do seriado IT Crowd, que falava de nerds em um porão de uma empresa Inglesa, comandados por uma ruivinha newbie?

Pois é, está de volta! No dia 21 de novembro, entrou no ar a terceira temporada, que ainda não consegui assistir.

Eu uso o serviço tvRSS, que fornece feeds como este, trazendo ao seu agregador os episódios dos seriados gringos preferidos.

Inclusive, o link contido nos itens aponta para arquivos torrent compartilhados pelo pessoal que tem acesso ao canal original do seriado.

Nota legal: preciso lembrá-los de que torrents são apenas para degustação, se quiser guardar, recomendo esperar o lançamento em DVD.

Lançado uTorrent ( ou µTorrent ) beta para mac

in

Recebi hoje o email do pessoal que desenvolve o µTorrent, falando de sua nova versão para mac.

Para quem não conhece, µTorrent é um programa ultra leve e rápido para baixar torrents, e o primeiro que vi declarando suporte ao Wine ( programa para executar aplicativos windows em sistemas baseados em unix ).

Já fui logo fazendo o teste do Beta, e já está bem rápido, leve e não travou para baixar a ISO do ubuntu, que baixei a título de teste.

Nem precisa falar que também tem uma interface limpa e agradável. Um tipo de lugar-comum entre aplicativos para mac.

Veja alguns screenshots

Aumente a produtividade no mac com gerenciador de pacotes e bash_completion

Para todos que como eu utilizavam Linux antes de mudar para mac, pode ter ficado uma saudade do bash_completion, que facilita muito o uso do terminal.
A tecla TAB, no lugar de só completar endereços de pastas e arquivos, completa também comandos como ssh com os hosts já acessados, chown com os usuários e grupos existente, e muito mais.

E um gerenciador de pacotes de software muitas vezes pode ser uma mão na roda.

Há dois principais gerenciadores de pacotes para Mac, o Fink e o Macports.

O Fink é muito parecido com o apt do debian, utilizando pacotes pré-compilados para instalação.

Já o MacPorts é baseado nos *BSD Ports, baixando códigos-fonte e compilando em tempo de instalação, com verificação a dependências, de forma semelhante ao emerge do Gentoo.

O Fink utiliza a pasta /sw como raiz, enquanto o MacPorts utiliza /opt/local

É bom lembrar que para a utilização do MacPorts é necessário ter instalado os pacotes de desenvolvimento do Mac OSX, que costumam vir em um disco extra juntamente com o sistema operacional.

No mac, por padrão, o recurso auto-completar do Bash é muito pobre se comparado com o Ubuntu, mas é possível instalar o bash_completion, como descrito abaixo.

MacPorts:

Baixe e instale a versão mais recente no site oficial do MacPorts no endereço http://www.macports.org/install.php

Em seguida atualize a base do MacPorts:

sudo port selfupdate

E instale o bash_completion:

sudo port install bash-completion

Após a instalação, habilite o recurso adicionando as seguintes linhas ao arquivo ~/.profile:

. /opt/local/etc/bash_completion

A próxima sessão do bash aberta já terá os recursos habilitados.

Fink:

Baixe e instale a versão mais nova em http://www.finkproject.org/download/

Em seguida atualize a base:

sudo fink update

E instale o pacote, que já configura a funcionalidade:

sudo fink install bash-completion

GFAL: Lista de projetos levados adiante no segundo dia:

Passei anotando, acho que está tudo aqui

  • Indicadores de sustentabilidade para avaliar os governos municipais e estaduais.
  • Mudança curricular de docentes para sustentabilidade
  • Rede para empregabilidade para empregados verdes
  • Incentivo para pesquisa em recursos renováveis e fontes limpas
  • Programa de formatação de empreendedores colaborativos
  • Formação integral do indivíduo para atuação em rede
  • Criar lei que incentive os fabricantes se responsabilizarem pelo pós-consumo
  • Uso sustentável fluvial para transporte coletivo
  • Jogo do negócio sustentável
  • Transformar as favelas em "ecomunidades" auto-sustentáveis
  • Criar projeto de lei que inclua sustentabilidade no currículo
  • Sensibilização e investimento do corpo docente para repensar a formação do indivíduo
  • Esportes em todas as escolas
  • Implantação de sistema de gestão ambiental em todas as instituições públicas e privadas
  • Reinventar a economia através da criação de novos indicadores de riqueza
  • Operação boicote - mídia educacional para o consumo sustentável
  • Usar a energia da superpopulação como força motriz de parcerias empresa/universidade

Gmail agora com conversa de áudio e vídeo no navegador

Essa é de arrebentar: agora é possível conversar por áudio e vídeo no Gmail.

Quem usa o Gmail como base de trabalho, sempre precisa recorrer a softwares instalados no computador para conversar por voz.

Isso acaba de mudar! Na própria aplicação do gmail, como explica o time multinacional de desenvolvimento do Google, é possível ter uma conversa mais aconchegante.

Para o funcionamento correto, é preciso instalar um plugin desenvolido a princípio para Windows e Mac (é, infelizmente ainda não para Linux). O plugin e informações adicionais podem ser encontrados no site http://mail.google.com/videochat

Mais uma inovação para os concorrentes correrem atrás!

Tradução automática no Google Reader

GReaderl10nFeed.jpg
Tinha me passado desapercebido até hoje, talvez nem seja tão novidade.

Mas acabo de ver a opção de traduzir o feed para o idioma escolhido como padrão no Google Reader.

Apesar de ser uma tradução imprecisa e meio Mr Roboto, pode ajudar muito ao ler conteúdo em um idioma completamente desconhecido.

O uso é bem simples... Basta abrir o Feed, e clicar nas "Configurações de Feed", e depois em "Traduzir para o meu idioma", como ilustra a imagem.

Agora posso assinar feeds em japonês ou chinês, árabe... =D

Divulgar conteúdo