Google Wave: Um jeito novo de se comunicar na web

wave_logo.png

Na última Google I/O foi apresentado um novo produto Google a ser lançado ainda neste ano.

Imagine o que os irmãos Rasmussen (Lars e Jens), criadores do Google Maps, estariam fazendo nos últimos dois anos.
Como o startup de mapeamento deles foi comprado pelo Google, se tornando posteriormente o que conhecemos por Google Maps, Lars e Jens são hoje engenheiros do Google.

Eles estavam tentando responder à seguinte pergunta:

"Como seria o e-mail se tivesse sido inventado hoje?"

O e-mail foi inventado quando a maior parte das tecnologias atuais eram praticamente inimagináveis.
E-mails são como cartas tradicionais: um envelope contendo um texto, enviado de uma pessoa para outra através de um entregador. Só que ao invés de papel, o envelope é um container digital (MIME), o texto é em bytes, e o agente um protocolo entre servidores.

wave_chat.png

Mas como os e-mail não são muito dinâmicos, foram criadas ferramentas de mensagens instantâneas para permitir conversas mais fluidas. O problema é que nem todas oferecem um sistema de histórico remoto, e quase sempre você espera a outra ponta digitar sua mensagem até o final para podermos ler e depois responder.

Imagine uma fusão de e-mail centralizado e conversa instantânea, onde você pudesse ler o que o seu amigo está digitando, em tempo real...
Uma forma mais rica e mais fluida de se comunicar, podendo ser síncrona ou não, permitindo controle de privacidade e publicidade, entre duas ou mais pessoas, e que pudesse ser recuperada quando houvesse necessidade, e oferecesse integração com seus serviços preferidos.

É mais ou menos assim que os irmãos Rasmussen pensaram a nova forma de se comunicar, mais ágil e completa.

Uma coisa muito interessante é que o Google Wave terá seu código aberto. E mais, toda a plataforma é pensada para permitir interação entre servidores diferentes, além de ter APIs para permitir estender suas funcionalidades tanto no cliente como no servidor.

wave_twitter.png

Por enquanto a fase de desenvolvimento é Developer Preview, sendo a idéia atrair um ecosistema de desenvolvedores para que no momento de lançamento oficial, já exista uma variedade grande de integrações com ferramentas e serviços existentes.

No site oficial do wave por enquanto há um vídeo da apresentação feira no Google I/O.
Nele são mostradas várias integrações que já foram implementadas, com serviços populares como Orkut, Twitter, Pesquisas Google etc.
Eu pessoalmente acho que o Wave tem tudo para se popularizar amplamente como novo meio de comunicação online nos próximos anos.

Comentários

imagem de rodox

Ouvi o povo comentar disso no twitter e nem me liguei o que era mas agora lendo aki fiquei surpreso. Agora é esperar e testar quando for lançado oficialmente. Valew pela visita voltarei aki mais vezes.

imagem de lourenzo

Eu também tinha visto um 'Esse Wave é legal', então decidi ver o vídeo.
Fiquei bem surpreso.

Lourenzo Ferreira

imagem de Anônimo

Realmente fantástico. Só me pergunto se realmente vai pegar muito facilmente. Digo, o Wave tem uma interface realmente muito sugestiva, porém para o usuário noob - leigo - é tanta coisa que ele vai usar meio que perdido.
Eu adorei o Wave, mesmo, e adoraria poder usar tanto quanto, ou mais até, uso o Gmail. Espero que eu esteja errado e que os "noobs" gostem e se adaptem!
Ótimo post!

imagem de lourenzo

Talvez nas demonstrações para desenvolvedores o Wave pareça mais difícil de usar do que será na versão final...

Para aquelas conversas em grupo por e-mail que ficam enormes e horríveis de consultar até no Gmail, será a solução ideal :)

Obrigado pela visita!

Lourenzo Ferreira

imagem de GildaKrause

Noobs tb procuram aprender o que é necessário pra acompanhar a atualização dos meios de comunicação. A gente (noobs)começa a usar e, ao colocar nossas dificuldades, ajudamos os desenvolvedores a aprimorar as ferramenteas. Afinal, os engenheiros trabalham para que os noobs possam navegar e trabalhar na web cada vez com mais facilidade e com menos investimento financeiro... ou não é?

Comentar

Usando nome e URL
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
  • [left]Conteúdo[/left] [right]Conteúdo[/right]
  • {{ url [|text] [|title] [|rel] [|target] }}
  • [edit] ..text.. [/edit]
  • Você pode citar outros comentários usando as tags [quote] .

Mais informações sobre as opções de formatação