FISL 9.0 - Ginga na TV Digital

Quase todo mundo já deve saber que não se trata de nenhum programa de samba ou algo do gênero (hehe).

A palestra para mim pessoalmente não apresentou nenhuma novidade técnica da estrutura de transmissão e vídeo / áudio, pois estive envolvido no processo de desenvolvimento do padrão brasileiro de TV Digital. Mas serviu para eu saber que as coisas se estabeleceram como era planejado.

O padrão brasileiro de TV Digital utiliza o modelo de modulação japonês, mas inova em relação ao restante dos padrões mundo afora ao definir codificação MPEG-4 para áudio e vídeo - enquanto o resto usa MPEG-2. A diferença básica é que a codificação MPEG-4 (também utilizado nos discos Blu-Ray) tem mais qualidade com um volume de dados menor quando comparado ao irmão mais velho MPEG-2, utilizado no DVD.

O que eu estava um pouco por fora é do middleware Ginga, desenvolvido no Brasil, e de código aberto. Ele permitirá o desenvolvimento de aplicações interativas que podem variar os níveis de interação. Pode ter apenas interação local, como no caso dos guias de programação, ou pode utilizar um canal de retorno para enviar dados para a emissora - que por sua vez pode processar e devolver os dados ao cliente na ponta.

Mas o mais incrível é que ele possibilita o desenvolvimento de aplicações que permitam que várias pessoas se conectem no modelo peer-to-peer, utilizando uma conexão via internet, e compartilhem/assistam conteúdos de outras pessoas diretamente na televisão, utilizando apenas o controle remoto.

Amanhã tem mais detalhes sobre a arquitetura do Ginga, e estarei lá!

Apoio:

Comentários

Comentar

Usando nome e URL
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
  • [left]Conteúdo[/left] [right]Conteúdo[/right]
  • {{ url [|text] [|title] [|rel] [|target] }}
  • [edit] ..text.. [/edit]
  • Você pode citar outros comentários usando as tags [quote] .

Mais informações sobre as opções de formatação