Uma visão sobre ferramentas

Nota: Estou repostando este artigo, de 10 de outubro de 2007, pois me reidentifiquei com ele outro dia. Foi bom lembrar.

my toolbox

Ao ler o documento Dialogue Project V2.0, dos Pioneers of Change , encontrei um ponto de vista primoroso das ferramentas.O Trecho abaixo é uma tradução livre do texto que pode ser baixado aqui.

É importante estar ciente que corremos o risco de cair na armadilha de achar que nossa ferramenta favorita salvará o mundo.

As ferramentas têm um efeito interessante sobre nós: elas nos provêm segurança e conforto, e nós nos ligamos a elas porque elas nos ajudam a funcionar melhor em um mundo complexo.

Uma ferramenta pode se tornar uma lente que altera o modo como vemos o que está à nossa volta, e se nós usarmos esta lente o tempo todo, nossa percepção de tudo o que queremos mudar pode estar distorcida.

Nosso desafio é usar as ferramentas com sabedoria suficiente para sermos eficientes, sendo capazes de deixá-las para trás quando elas não nos servirem mais.

Achei isto genial, e é só uma migalha na grande fartura de conhecimento que este trabalho põe à mesa.

O que mais me pira é pensar: o que em minha vida é ferramenta, e o que não é?

Comentários

imagem de Ronaldo Richieri

ótimo cara, serve aquela metáfora do açougueiro que sabendo que o mundo poderia acabar, resolveu fazer dar um churrasco para salvar a humanidade. :|

Comentar

Usando nome e URL
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
  • [left]Conteúdo[/left] [right]Conteúdo[/right]
  • {{ url [|text] [|title] [|rel] [|target] }}
  • [edit] ..text.. [/edit]
  • Você pode citar outros comentários usando as tags [quote] .

Mais informações sobre as opções de formatação